Sintomas de colesterol alto e doenças que ele pode causar

Os sintomas de colesterol alto, em geral, não existem, só sendo possível identificar o problema através do exame de sangue. Porém, o excesso de colesterol pode levar a um depósito de gordura no fígado, o que, em algumas pessoas, pode gerar sinais como: ganho excessivo de peso ou uma sensação de peso corporal. Além do mais, quem nunca ouviu “Não coma isso, é ruim para o colesterol.” “Você deve manter seu nível de colesterol o mais baixo possível.” “Você terá colesterol alto.” Hoje em dia, ouvimos tudo isso em todos os lugares, não é mesmo? Nos últimos 20 anos, o colesterol tornou-se o mais infame vilão e tem sido culpado por quase todos os casos de doença cardíaca.

No entanto, é vital entender que isso não é necessariamente verdade. É melhor pensar no colesterol como no tráfego de uma estrada. Quando a estrada está congestionada, as coisas podem ficar confusas: engarrafamentos, acidentes etc. E, como no trânsito, o colesterol alto não tem sintomas óbvios, e é por isso que é tão assustador.

Sintomas de colesterol alto

Mas o que é colesterol e por que precisamos dele? Vamos esclarecer

Para simplificar, o colesterol é basicamente um tipo de gordura que é produzido pelo seu fígado. Membranas celulares, vitamina D e certos hormônios não podem se formar sem ela. Não é um argumento sólido para provar que o colesterol é realmente vital?

O colesterol não pode viajar pelo corpo sozinho, então existem duas formas principais de lipoproteínas (“motoristas de táxi”) que ajudam a transportá-lo: lipoproteínas de baixa densidade (LDL) e lipoproteínas de alta densidade (HDL). Se o colesterol LDL estiver muito alto ou o HDL estiver muito baixo, essa substância gordurosa pode se acumular nos vasos sanguíneos. Consequentemente, não haverá sangue suficiente circulando pelas artérias, o que causa os sintomas de colesterol alto.

Sintomas de colesterol alto

Embora normalmente não haja sintomas de colesterol alto, a Medicina Tradicional Chinesa determina as seguintes características como possíveis indicadores:

  • fezes moles;
  • perda de apetite crônica;
  • cansaço crônico;
  • piora da memória e depressão;
  • ganho excessivo de peso ou uma sensação de peso corporal;
  • protuberâncias amareladas na da pele, verrugas, xantomas;
  • distenção abdominal;
  • dor nas costas e no coração e palpitações.

Se você tiver múltiplas manifestações desses sintomas, recomenda-se consultar um médico para realizar os exames e fazer o diagnóstico correto.

Doenças cardíacas causadas pelo colesterol alto

É importante entender que o colesterol alto pode levar ao desenvolvimento de doenças cardíacas, como doença arterial coronariana (DAC), acidente vascular cerebral, ataque cardíaco e doença arterial periférica (DAP).

  • Os sintomas da DAC incluem angina, náusea, fadiga extrema, respiração curta, dor no pescoço, nas costas, no abdôme superior ou na mandíbula e extremidades entorpecidas.
  • O acidente vascular cerebral ocorre quando a placa causada pelo colesterol reduz ou corta o fornecimento de sangue para uma parte importante do seu cérebro. É extremamente importante receber ajuda médica o mais rápido possível. Os sintomas são perda repentina de coordenação, tontura, assimetria facial, incapacidade de mover um lado do corpo, palavras embaralhadas, problemas de visão e dor de cabeça repentina.
  • Ataque cardíaco ou infarto do miocárdio é uma condição em que uma parte do músculo cardíaco começa a morrer devido à privação de oxigênio. Os sintomas incluem sensação de pressão ou dor no peito ou nos braços, respiração difícil, ansiedade, tontura, náusea, cansaço e fadiga.
  • A DAP ocorre quando rins, braços, estômago e pernas não recebem suprimento de sangue devido ao bloqueio das artérias. Os sintomas são cólicas, cansaço e dor nas extremidades durante as atividades. Nos estágios posteriores da doença, os sintomas pioram: morte do tecido (gangrena), úlceras nas pernas que curam muito lentamente, dor constante nas pernas, a cor da pele do dedão se torna azul etc.

Quais são os fatores de risco?

É sempre importante monitorar sua condição de saúde e tentar impedir o desenvolvimento de qualquer uma destas condições:

  • pressão arterial alta;
  • excesso de peso;
  • tabagismo;
  • predisposição genética.

Se você tiver alguma dúvida sobre sua condição, não hesite em consultar um especialista. Você também pode fazer um exame chamado perfil lipídico, que mede seu nível total de colesterol. De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, os parâmetros desejáveis ​​são:

  • colesterol LDL: menos de 100 mg/dL;
  • colesterol HDL: 60 mg/dL ou mais;
  • triglicerídeos: menos de 150 mg/dL.

Resumindo, como o colesterol alto não tem sintomas determinados, é importante fazer boas escolhas de estilo de vida: tenha uma dieta saudável e pratique exercícios regulares. Não se esqueça de verificar com frequência seus níveis de colesterol (pelo menos uma vez a cada 3 anos). Cuide-se e mantenha-se saudável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shake caseiro para perder peso

Shake caseiro para perder peso logo nos primeiros dias

mousse de Nutella simples

Mousse de Nutella simples em 15 minutos