Como se depilar e deixar a virilha lisinha em minutos

Se você quer se depilar e deixar a virilha lisinha e já optou por tratamentos conhecidos que não funcionaram, que tal realizar alternativas simples e rápidas? Existem muitas alternativas que não envolvem produtos industrializados (e caros) e que podem sim ser uma ótima dica de como se depilar e deixar a virilha lisinha. Além do mais, ver-se livre dos pelos é o sonho de muita gente, principalmente das mulheres. E nessa busca por uma pele lisinha, muita gente tenta de tudo: lâmina, cera, cremes.

No entanto, é necessário ter cuidado, pois algumas dessas soluções podem tornar-se facilmente um problema, caso não sejam adotadas algumas precauções. O creme depilatório, por exemplo, utiliza substâncias químicas para dissolver a haste do pelo e quebrar as ligações químicas. Por isso o pelo cai. Porém esse processo é agressivo e pode causar alergias e irritações.

Apesar de tudo isso, existem medidas caseiras de depilação natural, que podem ser muito eficazes e, o que é melhor, por serem naturais, tendem a ser bem menos invasivas e danosas. Além disso, a eficácia de cada dica depende do tipo de pele e de pelo de cada um. Veja em seguida no Up Saúde como se depilar e deixar a virilha lisinha.

Como se depilar e deixar a virilha lisinha

Como se depilar e deixar a virilha lisinha

1. Depilação íntima com cera quente

Para fazer a depilação íntima com cera quente, sozinha, é necessário ter alguns cuidados como fazer uma esfoliação nas virilhas, cerca de 3 dias antes, para evitar os pelos encravados e preparar a região para a depilação e ter cuidado com a temperatura a que está a cera. Os passos a seguir devem ser os seguintes:

  • Começar a depilação na região íntima de fora para dentro e de cima para baixo;
  • Colocar a cera no sentido do crescimento dos pelos;
  • Retirar a cera no sentido contrário ao crescimento dos pelos;
  • Jogar fora a cera e não reutilizá-la, para evitar infecção;
  • Passar um creme calmante pós-depilação na região;
  • Evitar a exposição ao sol 24 h após a depilação da região íntima.

Estas medidas servem para evitar infecções, irritação, manchas na pele, queimaduras e pelos encravados. Além disso, para reduzir a dor durante a depilação, existem algumas ceras quentes como a cera da Gesi ou da Depilnutri, que têm em sua composição substâncias analgésicas que ajudam a reduzir a dor durante o processo.

Para fazer depilação íntima masculina com cera quente, deve-se seguir este mesmo passo a passo, no entanto, no homem é aconselhado fazer a depilação da região íntima por uma esteticista.

2. Depilação íntima com lâmina

Para fazer a depilação íntima com lâmina, sozinha, existem também certos cuidados importantes. Para realizar o procedimento corretamente, devem-se seguir os passos:

  • Aparar os pelos da região íntima com uma tesoura, com o cuidado de não cortar a pele;
  • Limpar bem a região íntima.
  • No banho, deixar a água quente escorrer na região durante 2 minutos para dilatar os poros;
  • Evitar usar sabonete, hidratante e condicionador, pois podem provocar alergia;
  • Aplicar creme de barbear ou outro produto próprio na região e esperar mais 2 minutos para amolecer os pelos;
  • Passar a lâmina no sentido do crescimento dos pelos;
  • ​Lavar a lâmina após cada vez que se passar na pele.

Durante o período menstrual, a depilação íntima tende a ser mais dolorosa e a área fica mais sensível a infecções e por isso é mais indicado fazer a depilação antes ou após o período menstrual.

3. Depilação íntima com creme depilatório

A depilação com creme depilatório é prática e não tem os mesmos inconvenientes que as lâminas, como cortes ou pelos encravados. Os passos para este tipo de depilação são:

  • Limpar a região com água e sabão, para eliminar o suor, a oleosidade e as células mortas;
  • Aparar os pelos para que fiquem curtos, com uma tesoura ou um barbeador elétrico, já que se estiverem comprimidos podem ser mais difíceis de remover;
  • Aplicar o creme na região desejada, formando uma fina película em uma quantidade suficiente para cobrir a raiz, evitando o contato com áreas sensíveis, como os pequenos lábios ou a mucosa vaginal;
  • Esperar o produto agir por cerca de 5 minutos, ou conforme a indicação do fabricante na embalagem do creme;
  • Enxaguar bem, removendo todo o produto;
  • Usar um hidratante para evitar que a pele fique inflamada ou irritada após o contato com o produto.

Antes de usar o produto, é recomendado fazer um teste em uma pequena região, pois pode haver o risco de desenvolver alergias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Creme caseiro para clarear a virilha

Creme caseiro para clarear a virilha em 15 minutos

Sintomas que alertam sobre uma doença nos rins

Sintomas que alertam sobre uma doença nos rins